21 de setembro de 2020

Indicadores da produção indústrial confirmam a retomada econômica em Santa Catarina. O setor teve uma expansão de 10,1% em julho, a maior da região Sul, em comparação com junho.

Além disso, registrou um avanço superior à média nacional de 8%. Os dados foram divulgados na manhã da quarta-feira (9), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O estado aparace com o quinto maior crescimento entre os 15 locais pesquisados. Ceará (34,5%) e Espírito Santo (28,3%) apresentam as expansões mais acentuadas, seguidos por Amazonas (14,6%), Bahia (11,1%) e Santa Catarina (10,1%). Em junho, a indústria catarinense já havia crescido 10,3% na comparação com maio.

Apesar da retratação em alguns segmentos insdútriais, quando comparado com julho de 2019, ou na comparação semestral, diversos setores estão reagindo.

É o caso da fabricação de produtos alimentícios (2,4%); têxteis (2,0%); máquinas, aparelhos e materiais elétricos (27,7%); máquinas e equipamentos (20,4%); artigos de metal (8,1%); e materiais plásticos e de borracha (4,8%).

"Os demais setores industriais ainda estão em retração. Mas, de forma geral, se observa uma tendência generalizada de melhora nos dados de produção, com a retração cada vez menor", destaca o economista da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), Paulo Zoldan.

Com informações do governo do Estado.

Fonte: ocp.news/economia/; Por: Pedro Leal; Editado.